Nº175 18-12-2016

Anteriores

Nº175 - 18-12-2016

NA BARCA DA FÉ

 

JESUS, O “DEUS CONNOSCO”

O Filho da Virgem Maria tem um duplo nome: o que é usado pelos seus contemporâneos – Jesus, aquele que liberta dos pecados – e o que Lhe atribui o evangelista Mateus – Emanuel, Deus connosco.

A primeira grande heresia surge no século IV, introduzida por um brilhante dialéctico, Apolinário de Laudiceia! Ele afirmava que Jesus tinha sem dúvida um corpo humano, mas não uma alma como a nossa. Temia Apolinário que atribuindo a Jesus uma humanidade plena, isso ofuscasse a Sua divindade. Mas, na verdade, seria (é) uma grave desconsideração: afastava-O do nosso mundo, da nossa condição, subtraíndo-Lhe o segundo nome, o de Emanuel.

Na expressão de João, o “Verbo fez-se homem” (Jo 1, 14), o termo “homem” não indica apenas a Sua corporalidade, mas todo o ser humano entendido no seu aspecto de fraqueza, de fragilidade, de limites que derivam do facto de ser criatura.

Em Maria, o Unigénito do Pai não se revestiu apenas de músculos, mas inseriu-se plenamente na nossa condição humana.

Experimentou os nossos sentimentos, as nossas emoções, as nossas paixões. Provou as alegrias dos afectos e a desilusão das traições. Partilhou as nossas ânsias, as nossas dores e as nossas humilhações, a nossa ignorância, a nossa satisfação ao compreender os enigmas da vida. E também o nosso medo perante a morte.

Não Se uniu a um “verdadeiro corpo”, mas tornou-Se “realmente homem”, em tudo como nós, excepto no pecado. Por este motivo, é Emanuel, Deus connosco.

O vosso Pároco

Padre Mário Faria Silva



VIVER A PALAVRA - IV Domingo do Advento – Ano A

LEITURA I – Is 7,10-14; SALMO - Salmo 23 (24); LEITURA II – Rom 1,1-7EVANGELHO – Mt 1,18-24

Neste tempo de espera – Advento – a expectativa pela vinda do Senhor é grande. E a primeira leitura, bem como o Evangelho, lembram-me com a afirmação “Deus- connosco”, que Deus não abandona o Seu povo, a sua Igreja, a sua comunidade cristã. Não me abandona. Deus ama-me de tal forma, que vem sempre ao meu encontro: “Por isso, o próprio Senhor vos dará um sinal: a virgem conceberá e dará à luz um filho e o seu nome será Emanuel»” (Is 7,14).

A segunda leitura permite-me tomar consciência desse amor de Deus por mim e por todos os Homens: “A todos os que habitam em Roma, amados por Deus e chamados a serem santos, a graça e a paz de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo”( Rom 1,7).

Amados por Deus! E chamados a sermos santos! Nesta Palavra há um chamamento à santidade, ou seja, colocar o meu coração disponível para O acolher, não deixar que o consumismo, as prendas, as festas, os compromissos abafem o verdadeiro encontro com o Senhor.

A figura de José, no Evangelho, ajuda-me a entrar na obediência a Deus, convida-me a aceitar os projectos de Deus, mesmo quando eles não se encontram dentro dos meus planos e da minha visão de perfeição para esta data festiva: “José fez como o Anjo do Senhor lhe ordenara…” (Mt 1,24).

Toda a Palavra deste Domingo, resume-se para mim em ANÚNCIOENCONTRO. Apesar das condições difíceis e das tribulações em que se encontrava o Povo de Deus, ou a Comunidade de Roma e até de José, Deus manda mensageiros anunciando a Boa Nova: “Ela dará à luz um Filho e tu pôr-Lhe-ás o nome de Jesus, porque Ele salvará o povo dos seus pecados” (Mt 1,21). Apesar das contrariedades da minha vida, Deus anuncia que o Seu Filho Jesus vem ao meu encontro. É tal como o anúncio da vinda de mais um filho, que precede um tempo de espera e preparação para o seu nascimento, também este é o tempo de preparar o nascimento do Menino Jesus,   nosso  Salvador,  esse  é  o  principal compromisso, para mim, neste Natal de 2016. 

Mónica Morgado



VIVENDO A FÉ - Rumo ao Natal – IV Semana do Advento!

Celebramos hoje o IV Domingo do Advento, o último desta nossa preparação para o Natal. A nossa “caminhada”, o tempo de espera para o Natal está quase a terminar.

Queremos acolher Jesus, o Salvador!

E, como temos dito, só O podemos acolher na medida em que tivermos gestos de acolhimento para com os outros. “O que fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a Mim o fizestes” (Cf. Mt 26, 31-46).

Nesta última semana do Advento, o desenvolvimento da “caminhada” remete para a entrega das contribuições monetárias destinadas a ajudar as obras do Centro de Dia.

Palavra-chave – Disponibilidade e Colaboração

Palavra Bíblica

(Is 7, 10-14) – “O Senhor vos dará um sinal: a virgem conceberá e dará à luz um filho, e o Seu nome será Emanuel”

(Rom 1, 1-7) – “Jesus Cristo, nascido da descendência de David segundo a carne, é o Filho de Deus”

(Mt 1, 18-24) – “Apareceu [a José] num sonho o Anjo do Senhor que lhe disse: José filho de David, não temas receber Maria, tua esposa, pois o que nela se gerou é fruto do Espírito Santo. Ela dará à luz um Filho e tu pôr-lhe-ás o nome de Jesus, porque Ele salvará o povo dos seus pecados”

Breve comentário

José é a figura marcante da passagem deste Evangelho. Entrega-se a Deus para colaborar com tudo o que lhe é possível na História da Salvação, oferecendo-se tal como é. José é para nós convite a colocarmo-nos permanentemente ao serviço de Deus com tudo o que temos e somos, de forma a deixá-l’O contar connosco na concretização do Seu plano salvador.

Oração

Deixar-Vos-ei agir, Senhor. Que a minha vida se enriqueça ouvindo a Vossa Palavra. Quando agis, devo calar-me e escutar… Quando Vós estais presente, o homem deve calar-se, abandonar as suas preocupações, vencer todas as hesitações. Deixar-Vos-ei falar, Senhor, demoradamente, do modo e no momento que desejardes.

Diácono Carlos M. Borges



VIDA PAROQUIAL

1.    “Caminhada” do Advento

Durante esta IV Semana do Advento, a “caminhada” que estamos a fazer remete para a entrega das contribuições monetárias destinadas a ajudar as obras do Centro de Dia.

2.    Natal do Senhor – Horário das Missas

Dia 24 de Dezembro –Apenas haverá Missa, na Igreja Paroquial, à meia noite - “Missa do Galo”.

Dia 25 de Dezembro Tercena e Valejas, 10:30 horas. Leceia, 11:00 horas.

Barcarena, 12:00 horas. Queluz de Baixo, 18:00 horas.

3.    Ofertório Solidário – Missas do Natal do Senhor

Todos os ofertórios das Missas do Natal (Missa do Galo e Missas dos dia) destinam-se a ajudar as despesas que a Paróquia/Centro Social têm tido com a Família Síria que acolhemos.

Apelamos à vossa generosidade.

4.    Concurso de Presépios

A Equipa da Pastoral Vocacional convida a todas as Famílias da nossa Paróquia a participarem num concurso de presépios. Para participar neste concurso basta construir um presépio e enviar uma fotografia do mesmo (formato digital) para o endereço de email seguinte: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Informações mais detalhadas no “site” da Paróquia. A data final para o envio das fotografias é o dia 23 de dezembro.

5.    “Vamos cantar as Janeiras”

Mantendo viva a tradição, o Grupo de Jovens e o 10º ano da Catequese irá passar por todas as Comunidades da Paróquia para cantar as Janeiras: Dia 6 de Janeiro (noite) Tercena; Dia 7 de Janeiro (tarde) Valejas; Dia 7 de Janeiro (noite) Queluz de Baixo; dia 8 de Janeiro (tarde) Barcarena e Leceia.

As inscrições poderão ser feitas, no final das Missas, junto de um do Jovens, ou junto das Zeladoras.

Em alternativa, as inscrições poderão ser enviadas para o seguinte email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Apelamos, por um lado, à participação dos Jovens e do 10º ano da Catequese e, por outro lado, à inscrição dos Paroquianos.

Apelamos, por um lado, à participação dos Jovens e do 10º ano da Catequese e, por outro lado, à inscrição dos Paroquianos.


©2019 Paróquia de São Pedro de Barcarena