Nº130 13-12-2015

Anteriores

Nº130 - 13-12-2015

NA BARCA DA FÉ

 

EVANGELHO: ANÚNCIO DE ALEGRIA

O Advento é uma escola de esperança, e por isso uma escola de alegria. A mensagem fundamental deste 3º Domingo do Advento é a alegria que domina os textos bíblicos hoje proclamados, a ponto deste Domingo ser denominado com a expressão latina da Carta aos Filipenses: Gaudete. “Alegrai-vos sempre no Senhor! Repito: Alegrai-vos!” (2ª Leitura). Em sinal desta alegria, o sacerdote e o diácono podem vestir de cor de cosa, em vez do roxo.

Apesar da linguagem que utiliza, João Baptista põe sempre Cristo no centro da mensagem que comunica. Por isso se alegra também de ver a Boa Nova anunciada aos pobres e chama a atenção para o Messias que se encontra já no meio de nós.

Aliás, João é o profeta da alegria, tendo sido predito, antes do seu nascimento, que muitos se alegrariam com a sua vinda. Ele mesmo exultou de alegria ainda no seio materno, na presença do Senhor trazido por Maria, e após ter cumprido a sua missão de Precursor e de ter mandado os seus discípulos atrás do Senhor, extinguiu-se lentamente como lâmpada que iluminou, e deu o último testemunho de luz à Luz morrendo pela Verdade. Também no martírio se alegrou, como o grão de trigo que desce à terra cantando, na esperança de produzir muito fruto.

Na alegria do Senhor que vem e que está já próximo, devemos intensificar mais a preparação imediata para o Natal, fazendo já presépio de virtudes dentro de nós para acolher o Senhor, ou procurando a “prenda” que mais Lhe agrada – a melhor prenda para Ele, que tantas vezes fica esquecida no Natal, entre tantos presentes e gastos inúteis.

O vosso Pároco,

Padre Mário Faria Silva



VIVER A PALAVRA - III Domingo do Tempo do Advento - ANO C

LEITURA I – Sof 3,14-18a; SALMO RESPONSORIAL – Is 12,2-3.4bcd.5-6; LEITURA II – Filip 4,4-7; EVANGELHO – Lc 3,10-18

Não há como evitar a Palavra deste Domingo – ALEGRIA.

A Igreja diz que a alegria num cristão é uma consequência da nossa fé.

É este o convite para o Cristão: “Alegrai-vos”. Mas como vivê-la, se as contrariedades e desânimos da vida não o permitem?

No Evangelho as multidões perguntavam a João Baptista: «Que devemos fazer?». O profeta denuncia o meu coração duro, que me leva à tristeza, que procura os ídolos do dinheiro, do poder… apontando depois para a solução – um coração de carne. Um coração que reparta a túnica e os mantimentos, que não deseje mais do que me é dado, que não seja egoísta e não provoque violência com a palavra que sai da minha boca. Assim, é possível anunciar a alegria. Alegria de que o Senhor está próximo, está a chegar, está para nascer neste meu coração de pedra e torná-lo de carne, com vida.

“Irmãos:

Alegrai-vos sempre no Senhor. Novamente vos digo: alegrai-vos.

Seja de todos conhecida a vossa bondade. O Senhor está próximo.

Não vos inquieteis com coisa alguma; mas em todas as circunstâncias,

apresentai os vossos pedidos diante de Deus,

com orações, súplicas e acções de graças.

E a paz de Deus, que está acima de toda a inteligência, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.”

(2ª leitura do Domingo - Filip 4,4-7) 

Mónica Morgado



VIVENDO A FÉ - Tempo para abrir o coração à misericórdia e ao perdão!

Entramos hoje na III Semana do Advento!

Nos últimos dias o Papa Francisco, com palavras fortes, prepara-nos para celebrar o Natal de Jesus.

No passado dia 6 de dezembro, o Santo Padre disse: “Jesus está sempreconosco, mesmo nos momentos mais difíceis. … Ele veio para nos dar esperança, e temos que caminhar com essa esperança! Ele veio para nos dizer que é mais forte do que a morte, que é maior do que qualquer mal. Ele veio para nos dizer que é misericordioso, que é todo misericórdia!

Neste Natal convido todos a abrir o coração à misericórdia e ao perdão.

Mas não é fácil!”.

Num outro momento, o Papa afirmou: “Estamos próximos ao Natal!Teremos luzes, festas, árvores luminosas e presépio. Tudo falso!

O mundo continua em guerra. O mundo não entendeu o caminho da paz. … Às portas do Jubileu da Misericórdia, que o nosso júbilo, que a nossa alegria sejam a graça que o mundo reencontre a capacidade de chorar pelos seus crimes, por aquilo que faz com as guerras”.

Na nossa caminhada do Advento, o verbo proposto para esta semana (13 a 19 de dezembro) é Acompanhar. Acompanhar é perceber os outros, respeitar o seu caminho, caminhar com eles. Acompanhar exige fadiga e espera, implica muita paciência.

Uma tarefa concreta (gesto) poderá ser rezar, como oração da noite, o texto bíblico: “A minha alma glorifica o Senhor e o meu espírito se alegraem Deus, meu Salvador. … O Todo-poderoso fez em mim maravilhas. Santo é o seu nome. … Aos famintos encheu de bens e aos ricos despediu de mãos vazias”. (Lc 1, 46. 49. 53)

Outra tarefa concreta (gesto) poderá ser dialogar em família sobre o significado deste verbo.

Como São José, nesta semana, cada um de nós é chamado a acompanhar as pessoas maltratadas, os idosos, as crianças sem família, os sem-abrigo, os estrangeiros…

Diácono Carlos M. Borges



VIDA PAROQUIAL

1.    Confissões de Preparação para o Natal

Próxima quarta-feira, dia 16 de dezembro, às 21:00 horas, Barcarena. Próxima quinta-feira, dia 17 de dezembro, às 21:00 horas, Tercena. Próxima sexta-feira, dia 18 de dezembro, às 21:00 horas, Queluz de Baixo.

Em Leceia e em Valejas, as Confissões foram antecipadas para este domingo, dia 13 de dezembro, antes da Missa Dominical.

2.    Abertura da Porta da Misericórdia – Igreja Matriz de Oeiras

No próximo domingo, dia 20 de dezembro, às 16:00 horas, numa Celebração Eucarística presidida pelo Cónego Mário Pais, será aberta a Porta da Misericórdia, na Vigararia de Oeiras (Igreja Matriz de Oeiras).

Todos os Paroquianos são convidados a participar nesta Celebração.

3.    Luz da Paz de Belém

Este domingo, dia 13 de dezembro, numa celebração presidida pelo Bispo Auxiliar de Lisboa, D. José Traquina, às 19:00 horas, no Mosteiro de S. Vicente de Fora, os Escuteiros da nossa Paróquia receberão a Luz da Paz de Belém e transportá-la-ão para a Igreja Paroquial, onde ficará visível e acesa, ininterruptamente, até ao dia do Baptismo do Senhor.

Nas Eucaristias do IV Domingo do Advento (dia 20 de dezembro) a Luz da Paz de Belém chegará a todas as Comunidades da Paróquia e será distribuída a todos os Paroquianos.

4.    Visita do Bispo Auxiliar de Lisboa à Comunidade de Leceia

No próximo domingo, dia 20 de dezembro, o Bispo Auxiliar de Lisboa, D. Joaquim Mendes, visitará a Comunidade de Leceia, onde presidirá à Eucaristia, às 11:00 horas.

5.    Horário das Missas de Natal

Dia 24 de dezembro, às 18:00 horas, Missa Vespertina, em Tercena e em Queluz de Baixo.

Dia 24 de dezembro, às 24:00 horas, Missa do “galo”, na Igreja Paroquial.

Dia 25 de dezembro, às 10:30 horas, Missa em Tercena e em Valejas, às 11:00 horas, Missa em Leceia, às 12:00 horas, Missa na Igreja Paroquial e às 18:00 horas, Missa em Queluz de Baixo.

6.    Peregrinação a Roma e Assis

Entre 28 de março e 1 de abril de 2016 vai realizar-se uma peregrinação vicarial a Roma e Assis. As inscrições estão abertas até ao dia 31 de dezembro de 2015. Todas as informações estão disponíveis no folheto que pode ser obtido no Cartório Paroquial.


©2019 Paróquia de São Pedro de Barcarena