Recentes



Nº93 01-02-2015

Anteriores

Nº93 - 01-02-2015

NA BARCA DA FÉ

 

O EVANGELHO PERTURBA?

A reacção do endemoninhado, que refere o Evangelho deste Domingo, à Palavra de Jesus é violenta: “Que tens a ver connosco, Jesus de Nazaré? Viestes para nos arruinar? (Mc 1, 24) Sente-se claramente perturbado, incomodado, ameaçado pela presença do Mestre.

Também hoje sucede o mesmo. Quando a palavra do Evangelho anunciada nas homilias perturba, provoca, denuncia situações intoleráveis, há sempre alguém que se irrita e que reage em silêncio (e não só!): “Que têm a ver os padres com estas coisas? Porque não se metem nos seus assuntos? Porque é que se intrometem em política, economia e em problemas sociais?”

Quem é que se sente mais incomodado ou ameaçado com o anúncio da mensagem de Cristo? Deverei eu, como padre, preocupar-me quando a minha pregação é contestada ou quando deixa toda a gente indiferente? As comunidades da nossa Paróquia continuarão, de facto, a luta de Jesus contra tudo o que torna o ser humano escravo?

O “espírito mau” do Evangelho não aceita passivamente as ordens de Jesus, mas reage com violência, luta, resiste, começa a gritar (cf. Mc 1, 26), porque quer perpetuar o seu domínio. Dentro de mim, como vão as coisas? Será o “espírito mau” que me controla, ou, muito mais, o Espírito de Jesus?

O vosso Pároco,

Padre Mário Faria Silva



VIVER A PALAVRA - DOMINGO IV DO TEMPO COMUM –Ano B

Deut 18, 15-20; Sal 94 (95), 1-2. 6-7. 8-9; 1 Cor 7, 32-35; Mc 1, 21-28

“Que tens Tu a ver connosco, Jesus Nazareno”?

A cada domingo esta pergunta é para mim, em particular quando a Palavra é proclamada. Tal como naquele tempo, os espíritos impuros que habitam dentro de mim, ouvem também a Palavra. Eles sabem bem que a Palavra vem de Jesus Cristo, porque Ele é a Palavra. Eu nem sempre distingo a Palavra das imensas outras palavras do dia-a-dia.

A conversão permanente que o Senhor me pede passa por aqui: Escutar!

“Escuta Israel” é o que precede o primeiro mandamento que Moisés transmitiu ao povo.

Que tens tu Jesus Nazareno que ver com o meu casamento, com as minhas relações no trabalho, com a minha doença, com as minhas alegrias e sofrimentos?

Será que podes expulsar de mim o pecado? Podes expulsar de mim esses espíritos impuros que não me deixam ser feliz? Mas como ser feliz se me dizes também que devo carregar a minha cruz para te seguir?

No meio de tantas confusões que me assaltam todos os dias, de tantas preocupações, preciso de perceber como o Jesus Nazareno pode ajudar a discernir todas as situações da minha vida.

Zé Chambel Leitão



Jesus salva, Jesus é o intercessor!

Cada Domingo do Tempo Comum do Ano Litúrgico que estamos a viver, na Liturgia da Palavra, é-nos apresentado um pequeno trecho Evanheglho de Marcos.

Comentando a passagem Mc 3, 1-12, o Papa Francisco observou: “Por três vezesse pronuncia a palavra multidão”. E continua: “O trecho evangélico narra-nos como o povo de Deus vê em Jesus uma esperança … o Seu modo de agir, de ensinar, toca o coração porque tem a força da Palavra de Deus”.

Segundo Francisco, o evangelista Marcos “quer explicar porque é que tantagente vai ter com Jesus”.

O texto diz-nos que Jesus “fala com autoridade, não como os escribas, osfariseus, os doutores da lei”. Depois diz-nos que “Jesus cura”.

“Jesus é assim!”

Mas, explicou Francisco: “O mais importante não é que Jesus cura, mas o sersinal de outra cura. … Jesus pronuncia palavras que chegam ao coração.

Jesus salva!

As curas, a palavras que chegam ao coração, são o sinal e o início de uma salvação. … O caminho da salvação que muitos começam a percorrer para ouvir Jesus ou pedir uma cura e depois voltam a ter com ele e sentem a salvação”.

Ele é o Salvador e nós fomos salvos por Ele.

Depois, recordou o Papa: “Jesus foi ter com o Pai e a partir dali Ele intercede,todos os dias, todos os momentos, por nós. … Todos os dias Jesus intercede!

Portanto, quando nós, por qualquer razão, estivermos um pouco deprimidos recordemo-nos que Ele reza por nós, que Ele intercede por nós”.

Eis a proposta de oração para esta semana:

“Senhor Jesus, tem piedade de mim, intercede por mim!”.

É importante, insistiu o Papa, “dirigir-se ao Senhor pedindo a Sua intercessão”. É importante “não esquecer que o Senhor é o intercessor: salvador e intercessor”. Far-nos-á bem recordar isto!

Diácono Carlos M. Borges



VIDA PAROQUIAL

1.    Jornada Vicarial da Juventude

Este Domingo, dia 1 de Fevereiro, no Estádio do Jamor, entre as 9:00 e as 17:00 horas, decorrerá a Jornada Vicarial da Juventude.

Cada jovem e cada animador deve levar apenas almoço para partilhar e o seu smartphone ou telemóvel. Se possível, é pedida a contribuição de 5 € por inscrição para cobrir o custo das t-shirts.

2.    Dia da Freguesia de Barcarena

Na próxima Segunda-Feira, dia 2 de Fevereiro, é dia de Aniversário da Freguesia de Barcarena. A assinalar este acontecimento, na Igreja Paroquial, às 12:00 horas, será celebrada Missa por todos Autarcas e Funcionários da Junta de Freguesia já falecidos.

3.    Vigília de Oração organizada pelo Grupo de Jovens

No próximo Sábado, dia 7 de Fevereiro, às 21:30 horas, haverá, na Capela de S. Sebastião, uma Vigília de Oração organizada pelo Grupo de Jovens.

Apelamos à participação de todos os Paroquianos.

4.    Peregrinação a Fátima – Família Missionária da Consolata

A família missionária da Consolata vai realizar a sua tradicional peregrinação a Fátima. Será no dia 14 de Fevereiro e é já a 25ª, ou seja, celebra-se este ano bodas de prata.

Na nossa Paróquia estão a ser organizados alguns autocarros. Os interessados em participar deverão contactar a Cidália Santos (Tercena) ou a Fátima Mota (Queluz de Baixo).

5.    Contributo Paroquial – Ofertórios Solidários – Oferta Associação Cultural de Tercena

Contributo Paroquial

Em Dezembro passado, como recordam, teve lugar a recolha do Contributo Paroquial. A verba angariada totalizou o valos de 1662,92 €.

(Barcarena 305,46 € ; Leceia 106,76 € ; Queluz de Baixo 306,65 € Tercena 811,82 € ; Valejas 132,23 €)

Ofertório Solidário (Loja dos Sorrisos)

A verba total recolhida somou 558,19 €.

(Barcarena 120,04 € ; Leceia 70,00 € ; Queluz de Baixo 118,65 € Tercena 217,50 € ; Valejas 32,00 €)

Ofertório Solidário – Construção da Igreja de Outurela

A verba total recolhida totalizou 827,12 €.

A Paróquia de Outurela agradece aos Paroquianos de Barcarena a sua generosidade e solidariedade.


©2019 Paróquia de São Pedro de Barcarena