Nº74 21-09-2014

Anteriores

Nº74 - 21-09-2014

NA BARCA DA FÉ

 

TUDO É GRAÇA!

Todos conhecemos os termos eucaristia e carisma. Derivam do termo grego charis que significa benevolência, dom gratuito, prenda que dá alegria, felicidade.

É grande a satisfação que podemos experimentar quando nos é entregue o diploma de final de curso, depois de muitas canseiras e noites insones; mas é imensa a alegria que suscita em nós a simples flor que a pessoa amada nos entrega no momento em que declara o seu amor.

A prenda comunica uma emoção única, porque é sinal de alguém que pensa em nós, que nos ama, que pronuncia com ternura o nosso nome.

A introdução na relação com o Senhor dos critérios da justiça retributiva, da contabilidade, dos prémios e dos castigos, das lisonjas e das ameaças, do registo dos méritos e das transgressões é uma deformação diabólica da fé. Os rabis tinham catalogado os homens em quatro categorias: justos, se observavam toda a lei; ímpios, se prevaleciam as infracções; medíocres, se os méritos e as culpas eram equivalentes; arrependidos, se pediam operdão dos seus pecados. Com o princípio: “a recompensa só se recebe por uma boa obra” tinham decretado o fim da relação de amor.

O diálogo entre Deus e o homem só se instaura onde há o encontro livre, o dom gratuito, o amor recíproco sem condições. Quem ama não pretende nada, não espera mais nada senão ver a pessoa amada sorrir e alegrar-se.

Na linha dos profetas, os melhores dos rabis diziam ao Senhor: “Nisto se manifesta a Tua salvação: Tu tens misericórdia daqueles que não possuem um tesouro de boas obras.” “Tudo o que Tu nos fizeste é graça, pois nas nossas mãos não havia boas obras.” Jesus fez Sua esta justiça de Deus!

O vosso Pároco,

Padre Mário Faria Silva



VIVER A PALAVRA - XXV Domingo do Tempo Comum - Ano A

Is 55,6-9, Salmo 144 (145), Filip 1,20c-24.27a, Mt 20,1-16a

O caminho que Deus preparou para mim é misterioso. É o que me diz o Profeta Isaías, ao dizer que esse caminho que Deus preparou para mim, está muito acima dos meus pensamentos. É um caminho que o próprio Deus só conhece em linhas gerais, pois dá-me a vontade para o mudar. Também dá a vontade a outros homens para mudarem o meu caminho. Mas Deus tem uma grandeza insondável (como diz o salmo) não me deixa à deriva. Ele também enche de graça o meu caminho, para que ele não acabe num precipício.

Fico sempre contente de não saber qual vai ser esse caminho. Fico contente de eu poder ter uma palavra a dizer. Deus tem preparado milhões de caminhos para eu chegar ao Céu. E eu posso escolher. Posso ser original. Posso participar na criação de Deus, pois posso mudar não só o meu caminho, mas o dos outros. São Paulo conforta-me quando fico com medo de errar no caminho: “Cristo será glorificado no meu corpo, quer eu viva quer eu morra”. Se eu tiver o temor de Deus, Cristo será sempre glorificado em mim (nem que seja no simples reconhecimento do meu pecado).

Finalmente, no evangelho, Deus dá-me a alegria de poder contar sempre com Ele. Ele espera pela minha conversão até ao fim. Ele está sempre à espera que eu entre no bom caminho.

Convida-me todos os dias a trabalhar na sua vinha. E nem que eu chegue atrasado, Ele acolhe-me. Assim é o reino dos Céus!

Pedro Chambel Leitão



Rumo ao Sínodo Diocesano - 1ª Etapa

Estamos a iniciar o novo Ano Pastoral que tem como tema “O Sonho Missionário de chegar a todos”, inspirado no Nº 31 daExortação ApostólicadoPapa Francisco, “A Alegria do Evangelho”.

Será esta mesma Exortação Apostólica a servir de orientação (individual e comunitária) nos próximos dois Anos Pastorais, rumo ao Sínodo Diocesano convocado para Novembro de 2016.

A missão de chegar a todos para levar a Boa Nova de Jesus e dar a conhecer o Seu Evangelho, exige o empenho e o compromisso de cada um de nós. Ninguém pode ficar de fora!

Como refere o Guião Nº 1, disponibilizado pelo Patriarcado de Lisboa, depois de termos dado o “primeiro passo”, na oração, na leitura da Exortação Apostólica e no diálogo, o nosso compromisso deverá ter um gesto concreto:

Anunciar e divulgar à minha volta e na minha rede de contactos a caminhada sinodal que estou a viver, convidando outros, “de dentro” e “de fora” da Igreja, a também participarem.

Nesta primeira etapa da Caminhada Sinodal “Atransformação missionária da Igreja”, que vai decorreraté Dezembro, todos somos convidados a ler o Capítulo

I da Exortação Apostólica “A Alegria do Evangelho”, a sublinhar o que mais nos interpelar, a anotar as interpelações, as observações e as “luzes” que o texto do Papa Francisco nos suscitar.

Depois, somos convidados a reunir em grupo de diálogo (família, grupo paroquial, etc.) e a partilhar os sublinhados e as anotações que fizemos na nossa leitura pessoal. Somos convidados a escutar os outros com atenção, a reflectir, a levantar novas questões e a apresentar propostas para o Sínodo debater, aprofundar e aclarar.

E aqui ficam algumas questões sobre as quais nos podemos debruçar:

As nossas comunidades respiram a urgência de levar a todos, sem excepção, o anúncio do Evangelho?

Como é que na nossa comunidade se vive o acolhimento? Somos uma comunidade de portas abertas? O que fazemos para acolher aqueles que nos procuram (por ocasião do Baptismo, do Matrimónio, da Eucaristia, da Reconciliação, dos funerais, das bênçãos várias, etc.)?

Diácono Carlos Manuel Borges



VIDA PAROQUIAL

1. Reunião do Plenário do Conselho Pastoral

No Domingo, dia 28 de Setembro, pelas 20:30 horas, na Igreja Paroquial, haverá reunião do Plenário do Conselho Pastoral.

Apelamos à presença de todos os Conselheiros.

2. Informações relativas à Catequese

Início da Catequese

A Catequese vai ter início no fim de semana de 27 e 28 de Setembro.

No dia 27, terão catequese todas as crianças que, no ano passado, tinham catequese ao Sábado. No dia 28, terão catequese todas as crianças que, no ano passado, tinham catequese ao Domingo.

Inscrições das Crianças que vão frequentar a Catequese pela 1ª vez

As inscrições das crianças que vão frequentar a catequese pela primeira vez já estão abertas. Podem ser feitas no Cartório Paroquial, durante o seu horário normal de funcionamento.

Quem não puder dirigir-se ao Cartório poderá fazer as inscrições, nos dias 20 e 21 de Setembro, antes e depois das Missas Vespertinas e Dominicais, em Barcarena, Queluz de Baixo e Tercena.

Para proceder à inscrição, é importante trazer a Cédula da Vida Cristã da Criança.

3. Início da Celebração da Missa aos Sábados, em Leceia

A partir do próximo Sábado, dia 27 de Setenbro, retomaremos a Celebração da Missa, aos Sábados, em Leceia, às 9:30 horas.

4. Escola de Música do Centro Social e Paroquial de Barcarena

A Escola de Música do Centro Social e Paroquial de Barcarena está iniciar o ano lectivo 2014-2015.

Este ano lectivo, para além das disciplinas já existentes (Piano, Guitarra, Canto, Iniciação e Expressão Musical, etc.) foram adicionadas novas disciplinas, nomeadamente, bateria, violino, saxofone e violoncelo.

As aulas destinam-se a várias idades e decorrem em 3 espaços diferentes: Centro Jovem de Queluz de Baixo, Centro de Infância de Tercena e Centro de Dia de Valejas. Para mais informações, por favor, visite o nosso sítio na Internet em www.musicabarcarena.pt, ou contacte através do telefone 214352617.

5. Início da Catequese de Adultos

Na próxima 2ª Feira, dia 29 de Setembro, às 21:30 horas, no Centro de Infância de Tercena, terá início a Catequese de Adultos. Estas catequeses são dirigidas a todas as pessoas a partir dos 13 anos, estejam próximas ou afastadas da Igreja.


©2019 Paróquia de São Pedro de Barcarena