Nº65 - 25-05-2014

Anteriores

Nº65 - 25-05-2014

NA BARCA DA FÉ

 

SEM O ESPÍRITO, O EVANGELHO É APENAS UMA DOUTRINA

Estamos habituados a imaginar o Espírito Santo como algo invisível, inatingível, algo que é completamente oposto àquilo que é material. Este modo de entender o Espírito não tem fundamento bíblico. Segundo a Bíblia, o Espírito é muito real: é uma aragem, um sopro forte. Deus é Espírito na medida em que n’Ele existe uma força arrebatadora e imparável, semelhante ao vento impetuoso.

O sonho do ser humano é poder participar deste Espírito.

Os rabis ensinavam que no homem existem duas inclinações: uma má que nasce no momento da concepção, e uma boa que se manifesta apenas pelos treze anos. A inclinação má exercita o seu poder desde o embrião e pode dominar o homem até aos setenta ou mesmo aos oitenta anos. Como resistir-lhe?

Os rabis davam esta sugestão: “Deus criou a inclinação má e a Torah (a Lei) como antídoto para ela. Interessai-vos pela Torah e não caireis em seu poder”. “Se uma tentação desprezível vier ao vosso encontro, arrastai-a até à casa onde se estuda a Torah”. “Quando vos interessais pela Torah a vossa inclinação má fica em vosso poder, e não vós em poder do mal.”

Enganavam-se! A Torah é como um sinal: indica a direcção justa, mas não move o carro. Este precisa de uma força motora que o leve ao seu destino.

Jesus não ensinou apenas o “caminho”! Comunicou também o seu Espírito, a Sua Força para atingir a meta!

O vosso Pároco,

Padre Mário Faria Silva



VIVER A PALAVRA - ANO A - VI Domingo da Páscoa

Actos 8,5-8.14-17; Salmo 65 (66); 1 Pedro 3,15-18; João 14,15-21

Neste dia Deus traz-me uma palavra de esperança… Ele quer fazer morada em mim. Quer dar um sentido à minha vida. Não posso ter medo de fazer o bem, nem posso passiva ou activamente fazer o mal. São Pedro diz “Mais vale padecer por fazer o bem, se for essa a vontade de Deus, do que por fazer o mal.”. Deus quer dar-me a vida eterna e para isso apresenta-me o caminho do bem.

E qual é caminho do bem? Diz o Salmo é bendizer a Deus: “dizei a Deus: «Maravilhosas são as vossas obras»”. Ele tem-me dado tudo sem eu merecer nada. Deste modo tenho de amar a Deus, como diz o Evangelho “Se Me amardes, guardareis os meus mandamentos”. Isto leva-me inevitavelmente ao segundo maior mandamento: amar o próximo como a mim mesmo.

Mais vale padecer por fazer o bem… do que por fazer o mal.

Paulo Chambel Leitão



Rezar, Celebrar e Imitar Jesus para O conhecer!

“Rezar, Celebrar e Imitar Jesus, são as três “portas” que devem ser abertas para encontrar o caminho, que leva à verdade e à vida”, esta foi a mensagem que nos deixou o Papa Francisco numa das suas últimas homilias proferidas na Capela de Santa Marta.

Comentando a afirmação de Jesus “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”, o Santo Padre disse que o “conhecimento de Jesus é o trabalho mais importante da nossa vida”. E continuou: “Para conhecer Jesus, não basta estudar, mas é preciso rezar e imitá-Lo”.

Para conhecer Jesus é preciso abrir três portas:

Primeira porta: Rezar a Jesus!

“O estudo sem oração não serve. Rezar a Jesus para O conhecer melhor. … Sem oração jamais conheceremos Jesus. Jamais!”.

Segunda porta: Celebrar Jesus!

“Não basta a oração, mas também é necessário a alegria da celebração. Celebrar Jesus nos Seus Sacramentos, porque ali Ele dá-nos a vida, a força, o alimento, o conforto, a aliança e a missão. Sem a celebração dos Sacramentos, não conseguiremos conhecer Jesus”.

Terceira porta: Imitá-Lo!

“Pegar no Evangelho, ver o que Ele fez, ver como era a sua vida, o que nos disse, o que nos ensinou e tentar imitá-Lo”.

“Entrar por estas três portas – disse o Papa Francisco – significa entrar no mistério de Jesus. Somente se formos capazes de entrar no Seu mistério poderemos conhecer Jesus”.

E, o desafio para esta semana:

Como anda a porta da Oração na minha vida, a Oração do coração, não a do papagaio?

Como anda a Celebração Cristã na minha vida?

E a imitação de Jesus? Como O tenho imitado? Como imitá-Lo a partir de hoje? 

Diácono Carlos Manuel Borges



VIDA PAROQUIAL

1.    Profissão de Fé

A Festa da Profissão de Fé será no dia 1 de Junho, às 11:00 horas, na Igreja Paroquial. Os Jovens da Profissão de Fé deverão estar na Igreja, o mais tardar, às 10:30 horas.

Dia 31 de Maio (Sábado), das 10:00 às 15:30 horas, no Centro Social e Paroquial (Instalações de Tercena) – Retiro dos Jovens que fazem a Profissão de Fé. Refeição tipo piquenique, partilhada.

Dia 31 de Maio (Sábado), às 15:30 horas, no Centro Social e Paroquial (Instalações de Tercena) – Confissões dos Jovens que fazem a Profissão de Fé, Pais e Padrinhos.

2.    Primeira Comunhão

A Festa da Primeira Comunhão será no dia 22 de Junho, às 11:00 horas, na Igreja Paroquial.

A fim de prepararmos bem esta Festa, no dia 30 de Maio (6ª Feira), às 21:30 horas, na Igreja Paroquial, terá lugar uma Reunião com os Pais das Crianças que fazem a Primeira comunhão.

Dia 14 de Junho (Sábado), às 15:00 horas, na Igreja Paroquial – Confissões das Crianças que fazem a Primeira Comunhão e Pais.

3.    Sacramento do Crisma

O Sacramento do Crisma está marcado para o dia 28 de Junho, às 16:00 horas, na Igreja Paroquial.

A preparar esta Festa, no dia 20 de Junho (6ª Feira), às 21:00 horas, na Igreja Paroquial, terá lugar uma reunião do Senhor Bispo com os Crismandos. Os Padrinhos estão também convidados a participar neste encontro.

As Confissões de preparação para o Crisma (Crismandos, Pais e Padrinhos) são no dia 27 de Junho (Sexta-Feira), às 21:30 horas, na Igreja Paroquial.

4.    Peregrinação a Fátima

A peregrinação paroquial a Fátima vai ter lugar no dia 5 de Julho. A partir deste fim-de-semana, estão abertas as inscrições. Para se inscrever, por favor, contacte: Barcarena – Margarida Fonseca; Leceia – D. Fernanda; Queluz de Baixo – Fátima e Maria; Tercena – Joaquim Peres; Valejas – Paula.

5.    Missão nas Praças – Fábrica da Pólvora (Barcarena)

Domingo, dia 25 de Maio, às 16:30 horas, na Fábrica da Pólvora, decorrerá o 3º Encontro (Missão nas Praças), orientado pelo Caminho Neocatecumenal e com o tema: “Anúncio do Kerigma: A notícia da tua salvação. Se a escutares e acreditares nela, serás salvo”.

Apelamos à participação de todos os Paroquianos.

6.    Encontro de Formação “ A Festa da Liturgia”

No próximo Sábado, dia 31 de Maio, entre as 14:00 e as 17:30 horas, terá lugar, no Centro Jovem (Queluz de Baixo), o 4º e último encontro de formação.



©2019 Paróquia de São Pedro de Barcarena