Recentes



O Projecto da Catequese

No passado fim-de-semana (dias 28 e 29 de Setembro) reiniciou a Catequese na nossa Paróquia. Este reinício pareceu-me ser o momento oportuno para partilhar convosco algumas ideias daquilo que eu penso dever ser o Projecto da Catequese na nossa Paróquia.

  1. Na nossa civilização a Escola tem um papel decisivo. Mas a Catequese não pode funcionar como a Escola porque o objectivo fundamental da Catequese não é ensinar doutrina mas pôr as crianças em contacto com Jesus.
  2. Desde as primeiras lições de Catequese, dizemos às crianças que é importante rezar, e que rezar é falar com Deus. Rezamos com elas, falando de maneira simples com Deus que é nosso Pai. Pedimos-lhes que façam como nós. Ensinamos-lhes o Pai Nosso. É importante que cada um reze sozinho mas é também importante que reze em grupo. É importante que a oração seja um momento de alegria e de paz.
  3. Pouco a pouco, vamos habituando as crianças a ler a Bíblia, sobretudo os Evangelhos. Indicamos-lhes os textos mais significativos. Os textos do Evangelho vão dar densidade àquilo que lhes podemos contar sobre a história de Jesus e sobre os Seus ensinamentos.
  4. Para nós é fundamental ensinar às crianças que Deus é bom, mas achamos igualmente fundamental fugir de certas “beatices” tradicionais. Deus é bom: criou-nos para sermos felizes, convida-nos a viver na liberdade, a dialogar com Ele na confiança, a entendermo-nos uns com os outros na alegria. Perdoa os nossos pecados e ajuda-nos sempre a encontrar o caminho do bem.
  5. Procuramos que as crianças compreendam que devemos ser bons, uns para com os outros, que temos de fugir do egoísmo, da mentira, da troça, da violência, da soberba. Ensinamos às crianças que Jesus quer que nos amemos uns aos outros como Ele nos amou.
  6. Ensinamos que a Celebração da Eucaristia é um momento essencial para nós. É a Ceia de Jesus. Sabemos que, recebendo a Eucaristia, recebemos o próprio Jesus. Pedimos muito aos Pais que levem os filhos à Eucaristia dos domingos (vespertina ou dominical).
  7. Temos clara consciência de que todo o processo do encontro das crianças com Jesus está em primeiro lugar na mão dos pais. Era bom que os Pais falassem de Jesus aos seus Filhos. Era bom que os Pais fossem seguindo o que os filhos ouvem na Catequese e nos fizessem chegar sugestões e críticas.

 

Paróquia de S. Pedro de Barcarena, 3 de Outubro de 2013

O Vosso Pároco

Pe Mário Faria Silva


©2018 Paróquia de São Pedro de Barcarena